CORAÇÃO EMBALADO

Balbucio

burburinho
balbúrdia!

Coração embalado,
Se não posso te servir
por que me obrigas
a te ouvir?

Esther Alcântara


Um comentário:

J.Ap disse...

Esther,
obrigado pelas palavras, seu blog é, como havia dito da primeira vez, poética e estéticamente de grande beleza interior; acrescento apenas que nestes tempos só vim a confirmar a intuição, pois fala fundo de nosso ser e da nossa alma.
espero ainda que algo de bom possa deixar a ti.
boa sorte... que seus caminhos sejam de muita realização

um abraço, de quem te admira e gosta de ti.
Zéee