Coragem, poeta!

Vista a palavra
pelo avesso
dispa a penugem
da alma
e aumente a dose
do perfume doce.
Depois
como quem divaga
num salto alto
desfile um verso.


Obra de Willian Gama

Foto e poema: Esther Alcântara

5 comentários:

Anônimo disse...

Poeta como só ela...
Ela é a própria poesia...
Amiga, forte, talentosa mas acima de tudo humana.
Desde menina talento é o seu nome!

Ethel disse...

Priminha querida,
estou orgulhosa de você !
Você destila poesia por todos os seus poros e maneja como poucos na sua geração a nossa sonora língua portuguesa !

Adilson Casimiro disse...

Quando me deparo com uma poesia como "esta", percebo a magnetude da alma dos poetas. O mundo seria muito simples sem Eles.

Danilo Marinho disse...

Puxa muito legal o seu blog, o conteudo é muito rico ótimas informações, parabens.
Visite o meu blog e me adicione como seu seguidor vou te adicionar no meu.
http://www.webxet.blogspot.com/

Danilo Marinho disse...

Puxa muito legal o seu blog, o conteudo é muito rico ótimas informações, parabens.
Visite o meu blog e me adicione como seu seguidor vou te adicionar no meu.
http://www.webxet.blogspot.com/